meu namorado não confia em mim

Meu namorado não confia em mim e quer me controlar. O que devo fazer?

Pergunta: Namorei por anos com uma pessoa. Na verdade, entre esses anos tiveram muitas idas e vindas. Ele não confia em mim e deixa isso muito claro. Mas eu nunca dei motivo para esse tipo de situação. Sempre fui honesta e sincera com ele, embora ele não aceite minhas opiniões e sempre me ofende quando as exponho.

Ele não sabe conversar e sempre fala muitos palavrões. Não acredita em mim e, às vezes, quando estou em casa, ele afirma que estou na rua. Sem contar que ele quer que eu diga tudo, em que cômodo da casa estou, fazendo o quê e com quem.

Não estou conseguindo nem respirar. Ele definitivamente não me respeita e me acusa de traição diariamente. Além de ter perdido todas as minhas amizades por causa dele. E até minha família me alerta, pois veem a pressão que sofro quando estou ao lado dele. Pois na cabeça dele eu tenho que dar satisfação de tudo que faço e ainda pedir permissão.

O problema mesmo é que todas as vezes que terminei a relação, não consegui ficar longe e acabei voltando, procurando. E a verdade é que eu não sei se amo essa pessoa ou se é só uma relação de dependência.

Gostaria muito de um conselho de vocês, porque eu estou em desespero.

Maria, 21 anos.


Resposta: A base de um relacionamento é a confiança. Sem isto, ele não ganha uma estrutura sólida e acaba criando uma tensão constante para o casal.

Assim, como a confiança é a base, o somar e respeito são os pilares. Quando digo somar, me refiro as amizades que você perdeu por causa dele. O amor soma e não diminui! E respeito, é que temos que respeitar a opinião do próximo e jamais sair fazendo acusações.

Até aqui já temos a base e os pilares, mas isso tratando-se apenas de uma relação. Entretanto, há algo muito maior do que isso e que transcende qualquer coisa na vida, a liberdade. O ser humano é livre por natureza, o livre-arbítrio é o que nos define. A nossa felicidade e bem-estar dependem disso!

Em uma relação de alguns anos, é muito comum criar o comodismo, de se acostumar com a pessoa. E aparentemente é o que acontece com você. Mas ainda assim, reflita! Você acha que esta relação é saudável? Você quer viver assim pelo resto de sua vida?

E é claro, tem a opção de tem um diálogo para salvar o relacionamento. Mas, isto só vai adiantar, se ele realmente estiver disposto a mudar. Caso não, você realmente precisará refletir qual é a melhor decisão a ser tomada.

 

Sou o conselheiro deste site, uma pessoa que enxerga que o amor é a base para uma vida feliz e o alicerce para todas as outras coisas darem certo. Já errei muito na vida amorosa e com os erros vieram os acertos. E por isso, espero poder compartilhar as minhas opiniões, experiências e visões de mundo com você. Para, de alguma forma, poder te ajudar.

comentários
  • Avatar

    Lidiane, estude sim, e cuide de sua saude tbm. Reencontre amigas da epoca de solteira, pq vao te trazer boas lembranças e ficará estimulada a fazer exercicios, emagrecer e ficar linda novamente…
    Nao desista, vc vai conseguir passar num concurso, ficar gatissima, seus filhos vao crescer, vc terá independência emocional e financeira e poderá escolher onde morar e com quem ficar…bom espero que leia e espero que seja mto feliz pq a vida começa na hora que quisermos…nunca é tarde…para nada…

     
    6 de outubro de 2016
  • Avatar

    Garota se conselho fosse bom não era dado mais vendido,estou em um relacionamento desse a 10 anos,quando conheci meu esposo era linda e magra,agora estou virada em um bucho, porque ele quer controlar até com quem falo ou faço, e certamente a culpada sou eu, porque deixei desde o começo ele me dominar, deixava para agrada-lo agora minha vida é um inferno.
    Aí você me pergunta:Por que ela não se separa? Porque minha irmã se separou e voltou pra casa de pai,já tentei um a vez e meu sobrinho e meus filhos pareciam gatos e cachorros,sempre brigando e não tenho condições de pagar aluguei,também fiz a besteira de construir no lote de minha sogra se optar em ficar aqui minha vida será um eterno inferno,minha esperança agora é passar em um concurso ai eu me livro.
    Por isso pense bem, se continuar com esse homem se prepare pra sofrer agressão psicológica e verbal o resto de sua vida.

     
    28 de setembro de 2016
  • Avatar

    Oi Maria. Como vc sabe e eu tenho certeza que muitas pessoas além da gente te disse que a base do relacionamento é a confiança.Mas também percebi no seu relato algo que me chamou a atenção é quanto conturbado o seu relacionamento é, falando que ele grita e no respeita sua opiniões. A questão toda é que vc tem que se perguntar se todo o seu sacrifício de ignorar as coisas que ele faz, vale a pena, de que forma isto está influenciando na sua vida, e a pergunta principal é se é com essa pessoa intransigente que vc quer construir algo.
    Eu sei que é difícil por fim a um relacionamento porqur sempre tem muita coisa envolvida, porém a única pessoa que vc era pra tentar agradar era a si, e não tô vendo isso.
    Bjao

     
    16 de abril de 2016
  • Avatar

    Oi Maria tive um noivo assim…tenso…chegou ao pondo de colocar um gravador escondido no meu carro…qdo saiamos eu tinha q olhar p baixo pq senão achava q estava olhando p outros homens…uma vez numa festa um amigo comum me chamou p dançar…era como um irmão p ele…estragou a festa toda e o amigo parou no hospital… Terminei logico….relacionamentos assim são doentios…o “gostar” mascara a nossa visão do todo… e tendemos a perdoar…saia desse relacionamento e se relacione com pessoas normais…pessoas assim tendem a ficar violentas e achar q a parceira sempre dá confiança para todos…saia antes que ele te machuque…
    Ah até terminar fica difícil… ele ficou me seguindo em todos os lugares…. até que arrumei um namorado novo…que deu um “chega pra lá nele”… Aí ele parou de me pertubar…

     
    16 de abril de 2016
    • Avatar

      Maria, estou passando quase pela mesma situação. Fico com um cara há mais ou menos 7/8 meses por aí, é ele só me machuca desde o dia que nos conhecemos ele me controla e me manipula de um jeito inexplicável. Eu gosto muito dele, parei de falar até com os meus amigos homens por conta do ciúme excessivo, não tenho muitas amigas e não sou muito de sair, e minha mente acha que sou totalmente dependente dele. Eu estou muito cansada, já aceitei tantas agressões verbais dele, ignorância e brutalidade eu simplesmente não sei mais o que fazer. Já tentei colocar um ponto final, mas É muito difícil, e pincipalmente por que viajamos juntos nos final do ano, e reclamou até das roupas que estava dizendo que estava “transparente” e saias curtas demais. Por mais que dicil seja, as vezes temos que abrir mão de quem gostamos por que nos faz ferir muito. Sou culpada de tudo um pouco porque algumas vezes que brigamos fui atrás, ele sempre questiona que não sou sincera e que não tem como dar confiança, essas coisas assim. E sei que a culpada não sou eu e sim ele!

       
      15 de janeiro de 2020

Deixe um comentário