relacionamento a três

Estou vivendo um relacionamento a três

Pergunta: Namoramos há 2 anos e meio, na época ele tinha 15 e eu 17. Fomos o primeiro amor um do outro, ele insistiu em me namorar e dizia que me amava demais. Na época, nem queria perde meu tempo com isso, mas, aceitei em deixar ele me fazer feliz. Porém, tinha outros motivos que não queria, sem falar da idade, ele era muito diferente dos outros meninos, se arrumava mais que eu, era cheio das frescuras e adorava dançar. Todos meus amigos que conheceu ele e até minha família dizia que ele tinha muito jeito de gay, mas eu o conhecia e sabia o quanto homem ele era. Nosso namoro nunca foi fácil, os pais dele sempre foram muito rígidos, não nos deixávamos sozinhos e brigávamos demais por bobeira e ciúmes da minha parte.

Só que de uns dois meses pra cá ele ficou frio e grosso, se afastando de mim. Até que um dia ele veio e terminou comigo do nada, dizendo que não me amava mais, não me queria, que ia fazer 18 anos e agora queria curtir a vida. Mas, eu não acreditei muito, ele era muito bonzinho, calmo e carinhoso. Fui atrás dele e só levava patada, conversei com ele e ele me deixou tentar de novo, só que estava demais. Ele me ignorava de qualquer jeito, pessoalmente nem me olhava mais e me tratava como amiga.

Eu não sabia mais o que fazer e ele não falava o real motivo, até que esses dias ele me contou, devido a minha pressão. Disse que tinha conhecido um garoto na internet e se envolveu com ele, saía com o menino quando falava que não ia me ver, chegou a ficar com ele e comigo ao mesmo tempo. Disse que estava muito confuso, que gostava demais de mim e do menino da internet também. Eu não acreditava no que ele falava, as coisas começaram a fazer sentido, ele me traiu praticamente e com um homem. Ele contava de um jeito como se tudo fosse muito legal.

Meu coração está partido e despedaçado, ele é louco, eu estou sofrendo muito agora, não sei que eu faço, estou em depressão, penso em ir atrás de novo e falar pra ele ficar comigo. Os pais dele não vão aceitar, todo mundo fala pra eu contar pra família dele. O que leva ele a fazer isso? Me enganou durante 2 anos e meio, e disse que desde os 5 anos ficou com um menino e gostou. Por que me enganou, então? Fez eu perder tempo?

E acabou que fiquei com ele, só que não deu certo e como o amo demais, ele voltou pra mim (pedi pra voltar). Mas, agora que ele sabe que sente atração por homem e mulher, diz ser bi, disse que gosta muito de mim e quer fica comigo e ter filhos. Porém, com um homem também, os três namorando, eu não sei se fiz certo, acabei aceitando. Mas, dói demais vê ele falando dos outros homens que tem vontade de pegar e me mostra pra ver se eu gosto também, agindo de jeito meio gay, né?! De vez em quando penso que a ideia é bem erótica e atraente pra mim, mas por outro lado muito sofrido. Sofri demais nesses dois meses de separação e parece que agora que estamos juntos, melhorou, só que falta algo.

Não sei que faço, é muito amor pra tanta humilhação?! Ou será que isso acaba que vai dar certo? Eu nunca vi casos assim… Me ajudem, o quê eu deveria realmente fazer?

Alexia, 19 anos.


Resposta: A sua dúvida reúne tantos elementos, que a torna extremamente complexa. É muito difícil julgar situações novas e inesperadas. Assim, como é muito fácil escrever qualquer coisa e  dizer para você seguir.

Nem todas as respostas da vida conseguimos obter facilmente. Algumas, de fato, vêm com bastante facilidade, mas, outras demandam tempo e experiência. Em seu caso, só você mesma pode julgar o quanto conseguirá conviver com este tipo de situação ou se simplesmente conseguirá aceitá-la. Realmente é algo, extremamente fora do que julgamos ‘comum’, é uma situação nova e quase nunca ouvimos alguém próximo falar ter vivenciado isso. Então, no final das contas, a resposta está em seu coração. Tenta analisar, sem preconceitos, o quão benéfica este tipo de relação poderia ser para você.

 

Sou o conselheiro deste site, uma pessoa que enxerga que o amor é a base para uma vida feliz e o alicerce para todas as outras coisas darem certo. Já errei muito na vida amorosa e com os erros vieram os acertos. E por isso, espero poder compartilhar as minhas opiniões, experiências e visões de mundo com você. Para, de alguma forma, poder te ajudar.

comentários
  • Avatar

    Alexia…esse cara nao gosta de você….se exorcize rapido deste sentimento…..O cara além de ser gay com força… é covarde com força… pq não tem coragem de assumir sua opção sexual perante a família e a sociedade….USOU, USA e vai CONTINUAR te usando….como MAQUIAGEM DE MACHO…
    Não entre nessa tortura psicológica, VC vai servir como procriadora , empregada e alternativa sexual do “CASAL” e olha lá se vão permitir q seja mãe de seus filhos….
    Não se permita perder sua IDENTIDADE…seus SONHOS…sua LIBERDADE….
    Mundo cheio de gente…encontre alguém decente….

     
    14 de abril de 2016
  • Avatar

    Estava saindo 3 meses com um rapaz q tem a minha idades, se conhecemos n escola de dança onde fizemos aula juntos atualmente, durante o tempo q estávamos junto sempre foi bem querido e atencioso, até que um dia ele chegou e falou q tava confuso e queria terminar pq não tava longo pra um relacionamento sério. Ficamos um mês selados e voltamos a sair as vezes, mais agora ele se afastou novamente dizendo está indeciso.. O que devo fazer? Continuo procurando ele? Gosto muito dele e queria voltar com ele

     
    1 de março de 2015
    • Avatar

      Filha, gele. Gele mesmo ou isso não sai nunca dessa situação de ele estar ‘indeciso’, ohhhh tadim da crianxinha indecisinha…, e te procurando quando dá na telha dele (e você sempre disponivel, que confortável pra ele né…)

       
      14 de março de 2016

Deixe um comentário